Sobre este guia
Neste guia pretendemos agregar e disponiblilizar um conjunto de recursos informativos, dirigidos à comunidade académica e científica da área das Ciências da Saúde.
Precisa de ajuda?
Serviço de Referência e Apoio à Pesquisa de Informação

Regime presencial suspenso face ao COVID19

› Biblioteca UA
2ª a 6ª feira 9h30-12h30|14h-17h
sbidm-referencia@ua.pt
+351 234 147 249
22303 | 22304 | 22332 | 22340

› Biblioteca Domingos Cravo (ISCA)
2ª a 6ª feira 14h-18h (ou 18h-22h com marcação por email)
biblioteca@isca.ua.pt
+351 234 380 110
45105

› Biblioteca ESAN
2ª a 6ª feira 9h-13h|14h-17h
patrciacorreia@ua.pt
+351 256 666 973
40617

Mais informações
 
Revistas indexadas na Web of Science
Lista de revistas indexadas na WoS
http://ip-science.thomsonreuters.com/mjl/
Revistas com Fator de Impacto (IF)
Os índices de avaliação de revistas científicas (rankings), são fontes de informação importantes para se aferir o prestígio das publicações para uma determinada área científica. São ferramentas muito usadas por parte dos investigadores no momento de seleção de publicações para publicar artigos.
 
Um dos rankings internacionalmente mais conhecidos e utilizados são os disponíveis na base “Journal Citation Reports” – Clarivate Analytics, onde se podem consultar dados bibliométricos das publicações, baseados nas citações contabilizadas na base de dados “Web of Science”, entre os quais o mais relevante é o fator de impacto. O fator de impacto (IF – Impact factor) é uma das medidas de frequência com que o “artigo médio” de uma revista foi citado, num determinado período cronológico. É calculado dividindo o número de citações correntes de artigos publicados nos últimos dois anos, pelo número total de artigos publicados nesse mesmo período. Ajuda a avaliar a importância relativa de um periódico, quando comparado com outros do mesmo campo científico.
 
Sobre a base Journal Citation Reports (JCR) - https://clarivate.libguides.com/jcr/ 
 
 
Revistas ranking Scimago Journal Rank/Scopus
O SCImago Journal Rank Indicator - http://www.scimagojr.com/ é o indicador de avaliação de revistas científicas desenvolvido pelo grupo de investigação de topo na área da bibliometria do CSIC – “Consejo Superior de Investigaciones Científicas”. Inclui indicadores científicos relativos a revistas e países, com dados retirados da base de dados de artigos científicos SCOPUS
 
Health Professions
http://www.scimagojr.com/journalrank.php?area=3600 
 
Radiological and Ultrasound technology
http://www.scimagojr.com/journalrank.php?area=3600&category=3614
Revistas científicas em acesso aberto
As restas científicas em acesso aberto estão disponíveis livre e permanentemente sem restrições de acesso.

DOAJ - https://doaj.org/
Diretório que reúne revistas científicas em acesso aberto, publicadas por diferentes editores e organismos, abrangendo todas as áreas científica. Na caixa de pesquisa da página inicial pode pesquisar por título de publicação; em alternativa, ainda na página inicial, pode percorrer o índice de temas e aceder à lista de títulos indexados em cada uma das categorias. Caso pretenda pesquisar artigos por assunto ou autor, deverá selecionar a opção “Search articles”.

Listas de revistas DOAJ
Algumas áreas:
Dermatologia
Enfermagem
Medicina (Geral)
Terapeutica

Todos os assuntos na área da Saúde - https://doaj.org/subjects
Revistas nacionais
PROA-UA: Plataforma de Revistas em Open Access da Universidade de Aveiro - http://revistas.ua.pt/
Agrega e disponibiliza em acesso aberto, via Web, as revistas científicas e académicas dos departamentos, escolas e unidades de investigação da UA, de forma a contribuir para a disseminação dos resultados da investigação publicada.
 
Encontram-se disponíveis em acesso aberto mais de 3400 artigos integrados e pesquisáveis no RCAAP – Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal.
 
Revistas nacionais do Diretório RCAAP
Acta Médica Portuguesa
Acta Pediátrica Portuguesa
Acta Radiológica Portuguesa (ARP)
Acta Urológica Portuguesa
Nascer e Crescer: Berth and Growth Medican Journal
Revista Motricidade
Research and Networks in Health
Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação (SPMFR)
Revista da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV)
Revista Portugueda de Cirurgia
Revista Portuguesa da Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo
Revista Portuguesa de Farmacoterapia
Revista da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia
Revista da Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Revista Portuguesa de Oftalmologia
Saúde & Tecnologia: Revista Científica

Mais revistas em https://www.rcaap.pt/directory.jsp
Pesquisa por título
Catálogo A-Z
Reúne todas as revistas científicas subscritas em formato digital pela Universidade de Aveiro (UA) assim como revistas disponíveis em acesso aberto.
Ferramenta de pesquisa muito útil para verificar se tem acesso a uma determinada revista científica que necessite consultar. A pesquisa poderá ser realizada através da caixa da página inicial, inserindo o título da revista, ou o ISSN. Na opção ‘Browse By Discipline’ é possível obter uma lista das publicações disponíveis numa determinada área temática. Na página de cada revista é apresentado um conjunto de informações, entre as quais o período de acesso ao texto integral (formato digital) e as ligações dos editores e/ou bases de dados que permitem o acesso à publicação.

Google Scholar
Sistema agregador de informação científica e académica. Abrange artigos científicos, teses, livros, resumos, relatórios e outros trabalhos académicos de todas as áreas do conhecimento, disponíveis em sites e bases de dados de editores académicos e comerciais e em repositórios institucionais e temáticos. No caso de editores comerciais a pesquisa permite localizar informação indexada nas bases de dados de alguns editores, acessível mediante subscrição. Assim, o acesso a grande parte dos artigos localizados via Google Scholar só será possível aos utilizadores das instituições subscritoras.
 
Na lista de resultados, cada item/registo é apresentado de forma semelhante:
  • Título do documento (artigo, livro, etc.), para aceder deve clicar no titulo;
  • Autoria e URL do documento;
  • Parte do resumo/abstract;
  • Número de citações ao documento;
  • Artigos relacionados - related articles;
  • Todas as versões do documento;
  • Citar (nos estilos MLA, APA, ISO 690).
Precisa de ajuda?
Serviço de Referência e Apoio à Pesquisa de Informação

Regime presencial suspenso face ao COVID19

› Biblioteca UA
2ª a 6ª feira 9h30-12h30|14h-17h
sbidm-referencia@ua.pt
+351 234 147 249
22303 | 22304 | 22332 | 22340

› Biblioteca Domingos Cravo (ISCA)
2ª a 6ª feira 14h-18h (ou 18h-22h com marcação por email)
biblioteca@isca.ua.pt
+351 234 380 110
45105

› Biblioteca ESAN
2ª a 6ª feira 9h-13h|14h-17h
patrciacorreia@ua.pt
+351 256 666 973
40617

Mais informações
 
https://www.pexels.com/photo/assorted-color-rolls-751088/
Artigos: informação geral
Os artigos científicos, de revisão e os papers de conferências publicados são resultado da investigação científica publicada e podem ser localizados em bases de dados de artigos científicos, repositórios de documentos digitais ou sistemas agregadores.
As bases de dados de artigos são coleções de referências bibliográficas de artigos e capítulos de livros científicos, têm informação estruturada, bem como funcionalidades de pesquisa adicionais. 
UA.PT - fontes de informação subscritas pela Universidade de Aveiro
A Universidade de Aveiro subscreve uma alargada coleção de fontes de informação, essencialmente disponíveis via b-on (Biblioteca do Conhecimento Online). O acesso a estas fontes é  possível dentro do campus universitário, escolas politécnicas e fora da UA, mediante a configuração da VPN da UA no teu computador.

Informação sobre a VPN UA 
Bases de dados recomendadas
Bases de dados
Nas bases de dados pode pesquisar artigos científicos e outras publicações científicas. 
Devido à sua abrangência, são as ferramentas mais adequadas para a realização de uma revisão bibliográfica, num determinado assunto. Na área das Ciências da Saúde, as bases de dados disponíveis para a UA, são:

Medline (via Web of Science) [ua.pt]
PubMed
SCOPUS [ua.pt]
Web of Science [ua.pt] 
Definir palavras-chave
Definir o assunto da pesquisa em palavras-chave (keywords) é o primeiro passo num processo de pesquisa e revisão de literatura, do qual pode depender a pertinência dos resultados recolhidos posteriormente. Depois de determinado o tema e a questão da pesquisa, devem ser identificados os tópicos de assunto ou ideias associadas, mediante a elaboração de uma lista dos mais relevantes. Selecione os termos de pesquisa, ou seja as palavras-chave que identificam o assunto (palavras de relevância, ou de maior importância, na procura de um assunto).
 
Dicas importantes
Diferentes autores podem atribuir palavras-chave distintas para o mesmo conceito, daí a importância de, nesta fase estabelecer uma lista abrangente, considerando sinónimos e formas alternativas dos termos. Reunir descritores e palavras-chave utilizados em artigos relacionados com o assunto, após uma pesquisa genérica numa base de dados, no Google ou no Google Scholar; definir limites geográficos ou cronológicos; traduzir os termos para língua inglesa para pesquisas em bases de dados internacionais;

Ter em conta:
  • Sinónimos ou termos alternativos: “young people”/ “adolescents”
  • Plural/singular: child, children
  • Abreviaturas: UML – Unified Modeling Language; UK, United Kingdom
  • Variantes linguísticas (ex: organisation – UK e organization – US)

Descritores ou cabeçalhos de assunto “subject headings” consistem no vocabulário controlado usado em certas bases de dados para descrever um artigo ou outra publicação.

Deve recorrer-se ao vocabulário controlado sempre que necessário, o que significa o uso de termos de assunto disponíveis em thesauri ou índices de assunto, alguns integrados em bases de dados de publicações:
ERIC (Educação e Psicologia)
MeSH – Medical Subject Headings
Sistemas de pesquisa integrada
Os sistemas de pesquisa integrada agregam num único ponto de pesquisa várias bases de dados e outras plataformas. São adequados quando o objetivo  da pesquisa é ter uma visão rápida e geral sobre as publicações recentes realcionadas com um determinado assunto.
Não incluem uma linguagem de indexação e informação estruturada, porque recolhem informação de sistemas com linguagens e campos diferentes. Não são sistemas de pesquisa adequados, quando o objetivo é a realização de uma pesquisa mais exaustiva e de caráter especializado.

b-on [ua.pt]
Google Scholar 
RCAAP 
Pesquisa nas bases de dados

 (core colletion)
   

 

  
    

 

  
    

 

 
   

Livros eletrónicos
Disponíveis em vários formatos, com possibilidade de download e impressão para uso pessoal, o livro eletrónico, ou ebook, permite a adição de notas e localização facilitada de conteúdos. Atualmente a Universidade de Aveiro disponibiliza, para toda a comunidade académica, o texto integral de milhares de livros eletrónicos, de vários editores comerciais científicos e outros, nas várias áreas do conhecimento e divulgação.
Livros eletrónicos - acesso na UA
Os alunos da Universidade de Aveiro têm acesso a um conjunto de livros eletrónicos na àrea das CIências da Saúde, através das seguintes plataformas:

ProQuest eBook Central
ScienceDirect
Springer

O acesso a estas plataformas está limitado ao domínio UA.PT (campus universitário e escolas politécnicas) através da rede wireless – eduroam. Fora deste domínio, o acesso pode ser feito através da ligação do computador pessoal à Rede Privada Virtual (VPN) da UA.
+ informação sobre o acesso
 
Alguns exemplares

  X-Ray contrast media [ua.pt] 
  Excellent dementia care in hospitals : a guide supporting people with dementia and their carers [ua.pt] Restricted Resource
  Evidenced-based adjuntuve treatments [ua.pt]
  The spectrum of family caregiving for adults and elders with chronic illness  |  [ua.pt]
  Nurses and Families A Guide to Family Assessment and Intervention : A Guide to Family Assessment and Intervention [ua.pt] 
   Care in healthcare: reflections on theory and practice [ua.pt]

 
Livros eletrónicos em livre acesso
Livros impressos
As coleções de livros e outras publicações das salas de leitura da Biblioteca da UA encontram-se em livre acesso, organizadas por classes e assuntos com base na Classificação Decimal Universal (CDU).
Pesquisa de livros no catálogo bibliográfico
O catálogo bibliográfico permite pesquisar e localizar as publicações disponíveis nas coleções das bibliotecas da UA. Não é necessário qualquer tipo de registo para pesquisar no catálogo, o acesso é feito de forma gratuita através do endereço eletrónico - http://opac.ua.pt ou através dos menus do site Web das bibliotecas da UA.

+ Informação sobre o catálogo
Livros na Biblioteca da UA
Assuntos
Cirurgia | 616-089A | estante 34 (piso 4)
Enfermagem | 616-083A | estante 34 (piso 4)
Farmacologia. Terapêutica. Toxicologia | 615A | estante 32 (piso 4)
Fisiologia | 612A | estante 32 (piso 4)
Geriatria | 616-053.9A | estante 33 (piso 4)
Gerontologia | 613.98A | estante 32 (piso 4)
Medicina. Ciências médicas | 61A | estante 31 (piso 4)
Fisiologia | 612A | estante 32 (piso 4)
Fisioterapia. Radioterapia. Terapias não medicamentosas | 615.8A | estante 33 (piso 4)
Neurologia. Neuropatologia. Sistema Nervoso | 616.8A | estante 34 (piso 4)
Patologia. Medicina Clínica | 616A | estante 33 (piso 4)
Pediatria | 616-053.2 | estante 33 (piso 4)
Saúde Pública | 614A | estante 32 (piso 4)
Semiologia. Diagnóstico. Sintomatologia | 616-07A | estante 33 e 34 (piso 4)
Sistema Esquelético e Locomotor | 616.7A | estante 34 (piso 4)

Outros assuntos
Dicionários e enciclopédias de saúde
Medical Dictionary of Health Terms
Harvard Heath Publishing
MedlinePlus 
Dicionários e enciclopédias multidisciplinares
Britânica [enciclopédia] 
Encyclopedia of Language and Linguistics [enciclopédia] [ua.pt]
Houaiss [dicionário da língua portuguesa] [ua.pt]
Infopédia [dicionário da língua portuguesa, inglesa, etc] [ua.pt] 
Normas/modelos de apresentação das teses e dissertações da UA
Dissertação ou estágio 
› › Serviços de Gestão Académica da UA: normas e modelos para dissertações de mestrado

Teses de doutoramento
› › Normas/modelos
› › Formulários
 
Teses e dissertações da UA
RIA - Repositório Institucional da UA
› › Dissertações de mestrado da Escola Superior de Saúde
› › Teses de doutoramento da Escola Superior de Saúde
› › Dissertações de mestrado da Secção Autónoma de Ciências da Saúde
› › Teses de doutoramento da Secção Autónoma de Ciências da Saúde

O Repositório Institucional da Universidade de Aveiro (RIA) é um sistema de informação que armazena, preserva, divulga e dá acesso à produção intelectual da Universidade de Aveiro em formato digital, através da Web e de forma gratuita, em regime de Acesso Livre.

Catálogo bibliográfico
 
RCAAP - Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal
O portal RCAAP constitui-se como um ponto único de pesquisa, descoberta, localização e acesso a milhares de documentos de carácter científico e académico, nomeadamente artigos de revistas científicas, comunicações a conferências, teses e dissertações, distribuídos por inúmeros repositórios portugueses. A lista dos repositórios agregados no portal pode ser consultada no Diretório.
Outros repositórios
OpenAIRE – Open Access Infrastructure for Research in Europe
Esta plataforma surge no âmbito da estratégia da Comissão Europeia de fomentar a ciência aberta nos países europeus como a infraestrutura que permite agregar as publicações e dados científicos resultantes dos projetos financiados pelo 7.º Programa-quadro e pelo Horizonte 2020. Através dela é possível pesquisar publicações (artigos, teses de doutoramento, etc.), dados científicos, projetos de investigação e repositórios.

NLTD
Permite a pesquisa e localização de teses e dissertações defendidas em universidades de todo o mundo.

BDTD - Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações
Base de dados de teses e dissertações
ProQuest Dissertation & Theses (eLibraryUSA)
A base de dados ProQuest Dissertation & Theses Global (PQDT Global) permite a pesquisa de dissertações e teses, de 1973 até ao presente, com texto integral ou apenas referência, de uma coleção de mais de 3.8 milhões de exemplares, de mais de 700 universidades de todo o mundo. Designado com o repositório oficial fora da Biblioteca do Congresso.

Recurso American Corner, eLibraryUSA
O acesso às fontes de informação eLibraryUSA pode ser feito localmente nos computadores do American Corner da UA, situado no último piso da Biblioteca. O acesso aos computadores deve ser solicitado junto de um dos balcões de Informação da biblioteca, apresentando o cartão da UA ou outro identificativo. A entrada nos computadores é feita com as credencias UU - Utilizador Universal.
separador redirecionado para o guia "Prática Baseada na Evidência"
A revisão da literatura
A revisão da literatura consiste numa recolha, análise e síntese da investigação publicada sobre um tema e visa proporcionar um contexto a investigação.  Alguns passos essenciais são:
  • Definir o assunto da pesquisa em palavras-chave (keywords);
  • Selecionar e adequar as fontes de informação;
  • Definir a estratégia de pesquisa;
  • Recolher e analisar a informação.
 
DICAS IMPORTANTES
  • Recolher inicialmente os artigos mais recentes
  • Ser seletivo nos artigos e fontes selecionadas
  • O acompanhamento dos orientadores/docentes no processo é fundamental
Avaliar a Informação
Os meios de publicação e acesso à informação há muito deixaram de ser limitados à dita publicação formal, baseada nos mecanismos tradicionalmente utilizados para o controlo de autenticidade e fiabilidade científica. Por essa razão, para poder avaliar a informação que recolhe em contexto académico e de investigação, o utilizador deve focar-se na compreensão crítica dos processos inerentes à comunicação da ciência e aos meios de publicação formais e informais.
 
Uso das fontes adequadas
Ao efetuar a pesquisa em bases de dados limitadas a informação científica publicada, como a Web of Science ou a Scopus, por exemplo, estamos num universo de informação controlada que nos permite ter a certeza de que toda a informação recolhida é académica e certificada.
 
Importância da revisão por pares ou certificação do conhecimento
O artigo científico é o principal meio usado para a comunicação formal da ciência. Permite aos investigadores comunicar aos seus pares os resultados da investigação, em publicações com mecanismos de certificação do conhecimento, as revistas científicas. O processo de peer review ou refereeing (revisão por pares) é o processo de mediação na publicação de artigos em revistas científicas e consiste numa avaliação dos trabalhos científicos por parte de revisores, especialistas da área científica. Através deste processo é certificada a qualidade dos artigos publicados numa revista científica, sendo também aplicado na edição de livros, organizados e revistos por um ou mais editores científicos, especialistas nesse domínio do conhecimento.
 
Contagem de citações por artigos e métricas alternativas
Uma das formas de avaliação da qualidade e prestígio da informação científica (artigos) é a baseada em contagem de citações e nos rankings de publicações científicas para as revistas. Denominam-se métricas tradicionais já que são desde há muito os meios utilizados para aferir o prestígio e impacto. Bases de dados como a Web of Science e Scopus dispõem de informação de contagem de citações por artigo.
Existem ainda as métricas alternativas disponíveis em muitas das bases de dados, que fornecem informação útil sobre o impacto daquele autor/artigo, nomeadamente número de downloads do artigo, acessos, referências ao mesmo em redes sociais, entre outros.
 
 
Outros aspetos qualitativos ou formais a ter em conta:
- Afiliação institucional dos autores
- Atualidade da publicação
- No caso de se tratar de um livro, conferir se se trata da ultima edição
Definir palavras-chave
Depois de determinado o tema e a questão da pesquisa, selecione as palavras-chave que identificam o assunto (palavras de relevância, ou de maior importância, na procura de um assunto) e elabore uma lista das mais relevantes.
 
DICAS IMPORTANTES
 
  • Criar uma lista abrangente, considerando sinónimos e formas alternativas dos termos: “young people”/ “adolescents”
  • Definir limites geográficos ou cronológicos;
  • Traduzir os termos para língua inglesa 
  • Plural/singular: child, children
  • Abreviaturas: UML – Unified Modeling Language; UK, United Kingdom
  • Variantes linguísticas (ex: organisation – UK e organization – US)

 
Selecionar e adequar as fontes de informação
As fontes para a pesquisa de informação académica e científica dependem da natureza do trabalho académico a realizar, da área disciplina e do nível de exaustividade.

Bases de dados de artigos científicos
  • Coleções de artigos científicos, que reúnem revistas de diferentes editores internacionais;
  • Ferramentas adequadas para a realização de uma revisão bibliográfica;
Repositórios de documentos digitais, institucionais ou temáticos
  • Sistemas de informação com conteúdos disponíveis em acesso aberto, tais como artigos científicos, papers de conferências, teses de doutoramento e dissertações de mestrado.
Sistemas agregadores de bases de dados e repositórios
  • Agregam num único ponto de pesquisa várias bases de dados e outras plataformas, permitindo uma visão geral sobre as publicações recentes num determinado assunto.
Catálogos online de Bibliotecas
  • Permitem a realização de pesquisa de publicações existentes nas Bibliotecas. Para a procura de informação na Biblioteca da Universidade de Aveiro: http://opac.ua.pt
 
DICAS IMPORTANTES
Procure em bases de dados de artigos – normalmente contêm os resultados de investigação mais recentes e recorra a mais do que uma ferramenta de pesquisa.

O processo de pesquisa não é linear! Recorra a várias tentativas.
Definir a estratégia de pesquisa
Uso da truncatura 
A truncatura permite alargar a pesquisa mediante a recuperação das formas singular e plural, bem como de outras palavras com a mesma raiz, através do símbolo * a seguir à raiz da palavra. (deve confirmar nas páginas de ajuda das bases de dados qual o operador para truncatura).

Exemplo 
Ao colocar no campo de pesquisa therap* recupera registos que contenham os termos therapy, therapies, therapist or therapists.
 
Uso dos operadores booleanos (AND, OR, NOT)
Os operadores boleanos definem a interação entre palavras e são AND, OR e NOT.

AND
Para combinar duas ou mais conceitos/ideias, ligar os termos de pesquisa com a palavra AND (ou E). Diminui o número de registos abtidos e aumenta a relevância.




OR
A pesquisa recupera artigos que contenham um ou outro termo. Pode ser usado para encontrar sinónimos de um determinado assunto e varianates linguísticas. A pesquisa com OR, resulta num número mais alargado de registos.




NOT
Pesqusias com este auxialiar recuperam resultados que incluam apenas o primeiro termo, excluido todos os resultados que incluam o segundo termo. O NOT expande a pesquisa.



 
Pesquisa por termo composto
Caso o termo para a pesquisa seja um termo composto, deverá usar as aspas. Denomina-se pesquisa por frase. Sem aspas, a pesquisa irá recolher também os registos que contenham cada uma das palavras em locais diferentes do registo ou da publicação.

Ex.
“information literacy”
“Self esteem”
 
DICAS IMPORTANTES
  • Utiliza e combina os operadores booleanos: AND, OR e NOT.
  • Pesquisa termos compostos com o auxílio das aspas (“ ”)
  • Recorre à truncatura (*) que permite a pesquisa de várias palavras com a mesma raiz, incluindo singular e plural em simultâneo.
Precisa de ajuda?
Serviço de Referência e Apoio à Pesquisa de Informação

Regime presencial suspenso face ao COVID19

› Biblioteca UA
2ª a 6ª feira 9h30-12h30|14h-17h
sbidm-referencia@ua.pt
+351 234 147 249
22303 | 22304 | 22332 | 22340

› Biblioteca Domingos Cravo (ISCA)
2ª a 6ª feira 14h-18h (ou 18h-22h com marcação por email)
biblioteca@isca.ua.pt
+351 234 380 110
45105

› Biblioteca ESAN
2ª a 6ª feira 9h-13h|14h-17h
patrciacorreia@ua.pt
+351 256 666 973
40617

Mais informações